O blog de computação gráfica CGdigest compartilhou algumas dicas importantes para fazer renders arquitetônicos de qualidade. A lista também serve para deixar animações e modelos 3d no geral mais fotorrealistas. Confira:

House in the Woods | NOTOS
House in the Woods | NOTOS

1. Sombras

As sombras devem ser menos delineadas e rígidas, principalmente em áreas externas. Se você tirar uma foto de manhã cedo, vai perceber que a sombra é mais suave, ficando mais nítida até o meio-dia, para então suavizar novamente.

Mesmo ao meio dia, a sombra não é 100% nítida ou segue precisamente o contorno do objeto. A sugestão é sempre tirar fotos e ajustar os parâmetros do seu render.

O blog também deu dicas sobre luz artificial: algumas luminárias projetam uma sombra mais sutil, enquanto spots são mais precisos. É bom lembrar que muitas vezes a iluminação e as sombras revelam a qualidade e o realismo de um render, preste atenção neste aspecto nos seus projetos.

2. Cores

Para criar uma visualização 3d é importante ressaltar as faces do objeto, que não são (ou não deveriam ser) monocromáticas.

Para cada superfície é importante aplicar áreas de brilho, sombra e tons intermediários. Assim, nada deve ser 100% preto ou branco, do contrário o modelo parece plano.

Render com SketchUp + Vray | The F. Render
Render com SketchUp + Vray | The F. Render

3. Parâmetro de desfoque (Blur Parameter)

A maioria dos renders tem um blur/desfoque pré-definido, geralmente no número 01. Isso faz com que as texturas percam a qualidade e pareçam borradas.

O ideal é ajustar este parâmetro de desfoque para 0.1, que deixa o aspecto do seu projeto mais real – ainda que demore mais para renderizar.

4. Preste atenção nas arestas

Olhe os objetos à sua volta. Por mais geométricos que eles sejam, todos tem arestas mais ou menos arredondadas, não há algo 100% afiado (ainda bem).

Veja também:  Materiais que Aquecem

Esse aspecto é muito importante, principalmente em close-ups. O autor do artigo original, Alex Mincinopschi, também lembra que essas bordas um pouco mais arredondadas podem dar mais profundidade ao render, porque a luz passa a incidir de forma diferente.

Neue National Gallery | Romuald Chaigneau
Neue National Gallery | Romuald Chaigneau

5. Não tente reinventar a roda

O processo de renderização já toma bastante tempo, ainda mais quando há essa preocupação em deixá-lo mais realista. Mas não há nada mais frustrante para o profissional e para o cliente do que um render bem feito difícil de ser reproduzido na execução de um projeto.

Por isso, desde a concepção, é importante utilizar modelos 3d e texturas baseados em produtos que podem ser encontrados nas lojas e casas de materiais de construção. E você pode encontrar tudo isso no bim.bon :)

Além do catálogo online, há um plugin gratuito para SketchUp, que permite que você baixe modelos 3D de produtos reais, com estimativa de preços, instalação e mão de obra. >> Baixe o plugin gratuito.

 

 

com informações de CGDigest, Ronen Bekerman