Resistentes, mais baratos e sustentáveis: os móveis de papelão reúnem o que muita gente procura na hora de decorar a casa. Frequentemente usado apenas na hora de proteger ou carregar objetos, o papelão acaba sendo subestimado e indo pro lixo, enquanto poderia fazer parte da decoração de um jeito funcional e diferente.

A ideia dos móveis de papelão surgiu na década de 60 – Frank Gehry foi o idealizador dos primeiros experimentos que utilizavam o material no design de móveis. Em 1969, o arquiteto criou as poltronas Easy Edges, feitas em papelão ondulado através da colagem de volumes pré-determinados do material.

As peças feitas de papelão são fáceis de montar e de transportar – tudo é feito com dobraduras e encaixes e muitas vezes dispensa o uso de cola. O papelão utilizado para a confecção dos móveis é mais resistente e duro do que o comum, garantindo que cadeiras e mesas suportem o peso de pessoas e objetos eletrodomésticos, por exemplo.

Além de todas essas vantagens, os móveis e objetos de papelão ainda podem ser customizados – tinta, papel contact e tecido adesivo podem ser aplicados e transformar o mobiliário em algo ainda mais exclusivo.

Além do método tradicional – onde as pranchas de papelão são encaixadas – o papelão também pode ser picado em pequenos pedaços, colocado de molho na água e transformado em uma massa resistente, que serve de base para móveis, vasos, tigelas e esculturas.

No Brasil, a tendência dos móveis de papelão tem ganhado cada vez mais espaço – é o caso da 100’t, que produz cadeiras, sofás, estantes, bancos e até mesas utilizando apenas o papelão. A banqueta Trapézio, por exemplo, suporta até 120kg.

Sônia Umburanas é cliente da 100’t e conta que mobiliou o quarto do filho apenas com os móveis da loja, gastando em torno de R$500. “A criança normalmente sai correndo, se bate muito e os móveis de papelão não têm esse problema. Não tem o problema de prender o dedo nas gavetas. Esse foi um fator muito importante para mim: a segurança dos móveis”, contou Sônia em entrevista ao portal G1.

Veja também:  Hometeka Visita: Serracopo

A boa notícia é que os móveis da 100’t estão à venda aqui no bim.bon. Além de resistentes e personalizáveis, existem várias cores além do clássico marrom kraft. Você pode comprar a sua aqui.

 

imagens via G1, Ame Arquitetura, 100’t, Domingos Tótora, FAAP, Gorete Colaço.