Carinhosamente conhecidos como “tijolinhos”, os tijolos expostos seguem deixando os ambientes aconchegantes. Seja em lofts industriais ou casas com apelo rústico, o material pode ser usado tanto como elemento construtivo quanto como um belo revestimento.

Inspire-se com a seleção de projetos com tijolos aparentes e confira as dicas de materiais e construção que o bim.bon fez para você:


Bar no Sótão | Inblum Architects

Em primeiro lugar,  é importante esclarecer que existe uma diferença entre construir com tijolos ou utilizá-los como revestimento.

Para construir, você precisa de um bom cálculo estrutural e ajuda profissional, que definirão a resistência do material, tipo específico de argamassa e outros pontos importantes que deixarão seu projeto sólido.

Para decorar, o processo é mais simples. Você pode verificar se as suas paredes são feitas originalmente de tijolos maciços ou simplesmente revestir a superfície.


Loft Constant Motion | Alex Bykov

Mas calma, antes de remover todo o reboco da sua parede, remova um pedaço para verificar se o tijolos da alvenaria estão em bom estado e continuam maciços. O blog do Meu Móvel de Madeira lembra: “tijolos convencionais (aqueles furadinhos!), blocos de concreto e blocos de cerâmica não ficam legais aparentes”.


Camp and Furnace | FVMA, Elevator studios e chef Steven Burgess

Se o trabalho for apenas de remoção, tome cuidado para não danificar as estruturas e verifique se nenhuma fonte de umidade vai comprometer a beleza dos seus tijolos. Se você optar por revestir as paredes existentes, vai precisar de:

  • Quantidade de revestimento necessária com 10% de excesso para cobrir a superfície. Isso assegura que a sua parede não ficará incompleta;
  • Mão de obra especializada;
  • Espátulas;
  • Máscara para aplicação;
  • Argamassa e rejunte.

Não é recomendável aventurar-se para criar sua própria parede. Esse tipo de obra exige conhecimento especializado e faz toda a diferença no resultado final, com nivelamento e tempo de obra ideais, sem mencionar a bagunça e a quantidade de pó envolvidas.


AP 1211 | Alan Chu

Uma outra dica importante é comprar todos os tijolos e revestimentos da mesma fornada para não variar muito a cor.

A argamassa também merece atenção, pois varia em aplicações cheias, frisadas e secas. Nas secas, a argamassa não fica aparente, dando a impressão de que os tijolos foram simplesmente empilhados um em cima do outro, restringindo a mistura de areia, cimento, cal e água à parte de trás.

Veja também:  Hometeka para time WeWork

Na frisada, o excesso de argamassa é retirado e cria profundidade entre os blocos. Já na cheia, a argamassa é nivelada com a superfície do tijolo.


Corner 8 | Mob

Para facilitar a limpeza, a aplicação de resina é indispensável e deve ser constante. Vernizes e silicones também evitam que os tijolos soltem pó, mas podem alterar a coloração do material. Teste em uma pequena área e veja se o resultado agrada, já que estes são produtos de difícil remoção.


Buda Art Centre | 51N4E

Os acabamentos são diversos e vão desde a pintura, que pode ser sempre renovada, à aplicação de ácidos e formas de desgaste.

A mais famosa é a pátina, que envolve 1 lata de cal e areia peneirada em uma mistura de cimento e água a ser aplicada nas juntas dos tijolinhos. Depois, aplica-se uma versão diluída dessa mistura sobre eles, que depois são lixados e impermeabilizados com silicone.


Uma casa para todas as estações | Rufwork

A versão vazada dos tijolos também tem forte apelo estético e cria padrões de luz em diferentes ambientes.

Não há limitações: salas de estar, jantar, quartos, cozinhas, banheiros, varandas e áreas externas podem receber o toque dos tijolos expostos, basta tomar cuidado com a impermeabilização.


z53 Social Housing | MAP/MX + Grupo Nodus

O custo dos tijolinhos varia de acordo com a área, materiais utilizados e claro, com o custo da mão de obra.

Seja em uma parede da sala ou em toda a fachada, você pode fazer seu orçamento estimado no bim.bon ao utilizar nosso plugin gratuito para SketchUp em seus projetos.


Vivenda MR | Sergio Ruggeri

Por fim, lembre-se: inspiração é o que não falta. Só nesse post são mais de 30 ambientes com tijolinhos, e os que acompanham o texto tem descrição completa no bim.bon. Clique nas legendas para acessar.

 

fotos via Home Adore, BravaCasa, Just The Design, Decora, Domus Web, Design Rulz, Território Casa, 360 Pure Design, Apartment Therapy, Pinterest, Liz Marie Blog, Roomed.NL, Blog Lovin, The Every Girl, The Selby, Jukavo, Divulgação

com informações de Minha Casa Minha Cara, Casa Abril, Casa e Imóveis, RadioActive Unicorns, eHow