Na hora de decidir o revestimento da cozinha ou dos banheiros, as primeiras opções que nos vêm à cabeça são os tradicionais azulejos e as modernas pastilhas.

Embora sejam peças com propriedades parecidas, alguns aspectos nos ajudam a decidir qual é o ideal para cada ambiente e qual nos atende melhor.

Separamos neste guia as diferenças, vantagens e desvantagens de azulejos e pastilhas. Confira.

Azulejos
Azulejos

A variedade de azulejos no mercado atualmente é estonteante. Personalizados, com padrão, lisos, pequenos e grandes – tem para todos os gostos e para todas as situações.

Além da variedade estética, os materiais são diversos também. Podem ser feitos de cerâmica, porcelana, mármore, tijolo ou vinil – e, é claro, cada um tem suas especificidades.

Essas peças são extremamente versáteis. É possível aplicar azulejos em quase todos os ambientes da casa.

Azulejos na parede do banheirovia Unsplash
Azulejos na parede do banheiro

Comumente utilizados em ambientes como banheiros e cozinhas, essa imensa variedade de azulejos requer um pouco de atenção: alguns materiais precisam de cuidados especiais para manutenção e instalação.

Azulejos mais caros como os de mármore, por exemplo, precisam ser limpos e selados regularmente e exigem o uso de produtos de limpeza específicos para o material.

Os de cerâmica são uma boa escolha para orçamentos apertados e para quem não pretende ter muito trabalho para manter o revestimento em boas condições – a manutenção é mínima e são bem práticos para assentar.

Com a variedade de padrões nos azulejos, essas peças têm feito parte da decoração de ambientes que fogem do comum (como salas de estar com mosaicos de azulejos nas paredes). De modo geral, são resistentes à umidade e a manchas. Azulejos de boa qualidade, com bom assentamento e mantidos da maneira correta podem durar a vida toda.

Veja também:  Guia Prático: Ambiente Multifuncional

Pastilhas
Pastilhas

As pastilhas são peças pequenas e delicadas que destacam detalhes arquitetônicos do ambiente. Tiram a monotonia de qualquer cômodo e trazem cor e movimento à casa.

São feitas principalmente com três materiais: vidro, porcelana e cerâmica – mas hoje já é possível encontrar pastilhas de madeira e metal no mercado.

Pastilhas

Vidro

Devido à durabilidade do aspecto visual, as de vidro possuem um acabamento superior em relação às outras e não perdem o brilho nem desbotam.

Sua absorção de umidade é inferior à 0,05%, sendo um revestimento altamente indicado para banheiros, cozinhas, varandas ou piscinas, e seu coeficiente de dilatação é quase nulo, o que permite que essas pastilhas sejam expostas à grande variações de temperatura.

Parede revestida com pastilhas de porcelanavia PortoDesign
Pastilhas de porcelana

Porcelana

As de porcelana são extremamente duráveis, sendo uma opção recorrente na hora de escolher revestimento para fachadas expostas à ação da maresia ou do sol.

Além disso, são recomendadas para locais que demandam uma higienização frequente devido à sua praticidade e facilidade de limpeza, mas costumam perder um pouco do vigor no aspecto visual com o passar do tempo.

Piscina revestida com pastilhasvia Unsplash
Piscina revestida com pastilhas

Cerâmica

As de cerâmica são ótimas opções para revestimento de piscinas, pois são muito resistentes à ação do cloro.

Por serem peças delicadas, pequenas e de pouca espessura, é muito importante contratatar mão de obra especializada para instalá-las, pois qualquer descuido pode resultar em um acabamento defeituoso.

Ainda com dúvidas? Comparamos as propriedades dos dois tipos de revestimento para ajudar você a escolher o ideal para seu projeto: