Apesar de muito utilizadas no exterior, faz pouco tempo que as casas modulares, ou casas pré-fabricadas, começaram a cair no gosto do brasileiro. São vantagens das casas pré-fabricadas o prazo de entrega, a qualidade, o custo pré-fixado e a rapidez na entrega da chave.

Montar uma casa usando painéis de concreto é mais rápido do que construir paredes assentando tijolo sobre tijolo. Em locais mais distantes ou de difícil acesso, a casa pré-fabricada também diminui a demora causada pelo transporte de materiais.

Apesar do nome, os imóveis não vêm prontos de fábrica e permitem personalizar o projeto, sendo flexíveis quanto a materiais, tamanhos e valores. As casas modulares podem expandir-se infinitamente. Não há tamanho máximo e mesmo o uso da madeira não impede a casa de ter mais de um andar. Quanto à resistência tanto alvenaria quanto madeira são materiais equivalentes, desde que tratados de acordo com as normas técnicas.

Projetadas com uma série de recursos sustentáveis, conheça nove projetos de casas pré-fabricadas que trazem soluções para questões ambientais.

Casa por Simpatico

As casas pré fabricadas Simpatico são baseadas em um sistema de módulos que podem ser intercambiados e montados, permitindo que cada projeto seja semi-customizado. Nesta casa em Emeryville, Califórnia, por exemplo, foram usados seis módulos para fazer três quartos, três banheiros, dois terraços externos e um deck no telhado.

Casa por Feliz Oesch

Projetada pelo arquiteto Felix Oesch, essa casa pré-fabricada de concreto nos arredores de  Zurique é uma maravilha da vida limpa. O aquecimento da água e do piso vem de uma fonte geotérmica de um par de poços de 300 metros de profundidade, que transferem que transferem o calor do solo para a casa através de uma bomba de calor. Ao mesmo tempo, um sistema inteligente retira o ar quente do banheiro e cozinha e o bombeia de volta para a terra, de modo a estocar energia para uso posterior.

LivingHomes

A companhia de casas pré-fabricadas LivingHomes, fundada por Steve Glenn, tem o objetivo de criar casas verdes a preços acessíveis. O mantra de Glenn é “Zero energia, Zero água, Zero lixo, Zero de Carbono, Zero Emissões” e para esse fim, ele desenvolveu a casa protótipo em Los Angeles com a tecnologia de economia de energia e de materiais não tóxicos.

Casa It

Os arquitetos Linda Taalman e de Alan Koch projetaram a casa It na Califórnia. O projeto combina sistemas pré-fabricados com tecnologia verde. Aberto às condições extremas do deserto, a casa emprega estratégias passivas de calefação e refrigeração. As janelas e portas de correr são feitas de vidro Solar Ban 60, revestido com uma camada de baixa radiação e ondas longas, e o telhado é especificamente configurado para bloquear o poder do sol durante o verão. A energia solar gera água quente e eletricidade.

Veja também:  Hometeka Visita: Gema + MTrancoso

Casa em Berkeley, CA

Um trio de arquitetos criou um sistema de parede e telhado pré-fabricados para a adição em projeto de 1950 em Berkeley, na Califórnia. A casa atualizada também incorpora uma série de características verdes. A eletricidade é gerada por painéis solares; um sistema de monitoramento permite que os proprietários para verificar exatamente o quanto de energia o painel solar está a recolher.

Casa por Paul Masi

O arquiteto Paul Masi projetou uma casa sustentável de verão para a família de sua irmã em Montauk, Nova York. A casa é construída sobre uma base de painéis de concreto isolados e revestidos em uma série de telas feitas na fábrica que ajudam na refrigeração da casa. Masi empregou também outras características de design verde, como sistema de refrigeração e aquecimento passivo e geotermal  e uma gama de acabamentos não tóxicos.

Casa por Scott Palamar

Na base na Serra Nevada, Scott Palamar fez um modelo de casa pré-fabricada com uma série de melhorias, incluindo um sistema de aquecimento de água com poupança de energia. O experimento em prédio limpo, modular mostrou-se também acessível. A obra completa para a casa personalizada de 640 metros quadrados totalizou US$ 150.000.

Casa por Richard Garber e Nicole Robertson

Richard Garber e Nicole Robertson, da empresa Manhattan GRO Architects, foram incumbidos de criar pré-fabricada energicamente eficiente e com um orçamento razoável em Jersey City, New Jersey. Os painéis de betão com isolamento que formam a estrutura da casa foram moldados numa fábrica e depois montados no local. O telhado inclinado abriga um painel solar de 260 metros quadrados, e uso de energia é reduzido ao mínimo graças ao aquecimento solar e sistemas de refrigeração passiva.

Casa por Amunt

Apesar de rígidas normas de planejamento, que ditaram o telhado inclinado e estrutura estreita de uma casa pré-fabricada na Alemanha, a empresa de arquitetura Amunt foi capaz de incorporar uma série de características de eficiência energética, incluindo trocador de calor geotérmico e janelas de vidro triplo.

 

fotos Divulgação

Com informações de Dwell Magazine e Revista Pense Imóveis.