A gente sempre vê por aí: “X regras para decorar um ambiente”, “X leis de decoração”, entre outros títulos do tipo. E confesso, já fizemos posts assim.

Só que, depois de conviver diariamente com esse universo e aprender mais sobre ambientes, iluminação e objetos de decoração, percebi que não precisam existir regras fechadas para deixar nosso espaço bonito e confortável.

É claro que a decoração de ambientes exige inspiração, criatividade e um senso estético que muitas vezes só um profissional da área vai ter, mas existem pontos-chave nos quais podemos pensar para pelo menos começar.

Pensando nisso, decidi reunir cinco deles para ajudar pessoas que, assim como eu antes de escrever para a Hometeka, adorariam decorar o próprio ambiente mas ainda não têm confiança suficiente para fazê-lo. Vamos lá?

1. Equilíbrio

Equilíbrio na decoraçãoThe EveryGirl
Tons claros nas paredes e uma pitada de cor nos objetos para uma decoração harmônica

O primeiro ponto, e talvez o mais importante, que precisamos considerar na hora de decorar um espaço é o equilíbrio.

Nas cores, na iluminação, nos tamanhos e até mesmo no formato dos objetos; é muito importante e ajuda demais a pensar no que vai melhor com o quê antes de inserir qualquer produto no seu ambiente.

E adquirir essa noção não é tão complicado. Pensemos em alguns dos pontos que citei aqui em cima – para saber mais é só clicar em cada um:

Cores

via Pinterest, Little Piece Of Me, Enfemenino

Variam de acordo com o estilo de decoração que você pretende adotar, mas só de equilibrar tons neutros e vibrantes seu ambiente já ganha mais harmonia.

Mantenha as paredes claras e os objetos em cores mais chamativas, por exemplo. Assim, se você se cansar de alguma coisa, trocar os objetos será bem mais fácil do que a pintura.

Iluminação

via ArchDaily, Photorotik, Home DSGN

Também pode variar dependendo do efeito que você deseja no cômodo. Porém, preferir lâmpadas fluorescentes ou LEDs e explorar a iluminação natural com janelas, paredes de cobogós e portas de vidro é sempre uma boa, não só para a estética do espaço como também para a conta de luz e o meio ambiente.

O mais importante de pensar no equilíbrio da decoração é que estar consciente do que estamos fazendo facilita muito as coisas – e isso vai valer para todas as outras quatro dicas.

Às vezes um pôster não é o mais descolado de todos, mas se faz sentido inseri-lo em uma parede, seja pela cor ou pelo conjunto de objetos que existe nela, não precisa mais ter dúvida entre pendurá-lo ou não.

2. Conforto

confortoPeenty
Pense na disposição dos elementos no seu ambiente

Nem só de beleza vive um ambiente. Quando pensamos no equilíbrio, muito da reflexão é para que o lugar que vamos decorar fique confortável para quem estiver nele.

O importante aqui é ter em mente que o conforto não está só em um estofado ou material que não esquenta. Ele também depende do formato e da disposição dos objetos no ambiente. De nada adianta uma poltrona ser linda se você se arrepende quando senta nela, e de nada adianta encontrar uma poltrona maravilhosa se você não tem lugar para recliná-la.

Veja também:  Atelier de Processo Criativo por Gabi Braga

Então, é só pensar bem no espaço que você tem: antes de comprar um móvel ou eletrodoméstico, não tenha medo de levar uma fita métrica para tomar as medidas de tudo. Trocar os móveis de lugar também pode gerar novas disposições melhores do que a que você tem agora – não custa nada fazer um teste :)

3. Simplicidade

simplicidade na decoraçãoAwakening
Simplicidade para facilitar a limpeza e organização

Um ponto que nem todo mundo prefere, mas é ótimo para dar os primeiros passos na decoração é a simplicidade. Isso porque montar um ambiente simples não é deixá-lo sem graça, mas sim descomplicar a limpeza e organização dos objetos, diminuir o risco de enjoar do que você tem e manter a harmonia do espaço com mais facilidade.

Um estilo muito interessante para quem é fã de simplicidade na decoração é o minimalismo: poucos móveis, ambientes claros e tranquilos. Veja alguns produtos da Hometeka ideais para quem acredita que quanto mais simples melhor:

4. Funcionalidade

Funcionalidade na decoraçãoPinterest
Estante com prateleiras reguláveis

Na decoração e em inúmeros outros aspectos da vida, nada é tão interessante quanto unir o útil ao agradável. E para fazer isso no seu ambiente, nada melhor do que investir em produtos funcionais.

De um simples sofá-cama a uma mesa dobrável e um utensílio de cozinha que também fica um charme na decoração, quando pensamos na funcionalidade dos objetos, estamos otimizando e produzindo nosso ambiente sem perceber.

Com a Hometeka, percebi o quanto o design de produto pode acrescentar aos ambientes com beleza e funcionalidade. Conheça alguns produtos que podem deixar seu ambiente e seu dia a dia ainda mais práticos:

5. Personalidade

quartoSerendipity
Piscas piscas, filtro dos sonhos, objetos coloridos: pense no que tem mais a ver com você

Com nosso ambiente simples, harmônico, confortável e funcional, o que mais podemos querer? Que ele pareça nosso, ora.

Depois de definir o básico, é sempre legal pensar em algum elemento que deixe nossa personalidade marcada no ambiente, principalmente nos mais íntimos como quarto e banheiro.

Pense nas suas preferências de cor, filmes preferidos ou algum objeto que marque quem você é. E pode soltar a imaginação sem medo, afinal, só assim o seu ambiente vai ficar com a sua cara.

Inclusive, aqui na Hometeka é isso que a gente mais quer: oferecer o melhor de decoração, seja em conteúdo ou produtos, para que você deixe a sua casa como sempre quis. Confira nossa loja completa e aproveite ♥

Se você chegou até aqui, espero que tenha gostado as dicas, esteja mais seguro e tenha percebido que, muitas vezes, pensar no básico é só o que está faltando para que o seu ambiente fique incrível :)