Se você já conhece a tecnologia LED, sabe como as lâmpadas e luminárias desse modelo são vantajosas em relação aos outros disponíveis no mercado.

Apesar de, aparentemente parecerem um pouco mais caras, o retorno do LED vem, sem dúvidas, na durabilidade e na economia que geram. Além disso, o LED é uma opção mais interessante para o meio ambiente e para sua casa pois os materiais que compõem as lâmpadas são recicláveis e não contam com metais pesados, como mercúrio, em sua produção.

Por conta de não emitir calor no facho de luz, a tecnologia LED pode ser utilizada em projetos luminotécnicos de áreas externas como decks e jardins. As lâmpadas, luminárias e fitas LED, mesmo em contato com flores e plantas, não vão queimá-las e nem impedir que cresçam de forma rápida e saudável. Pensando nisso, a empresa Brillia criou uma linha de spots, projetores, espetos, fitas e embutidos, criados especialmente para esse tipo de aplicação. Clique aqui para conhecer e saber onde encontrar.

Se você já conhecia a tecnologia LED, já sabia de tudo isso. O que você não deve saber, mas a gente te conta, é que o LED pode ajudar também no cultivo de plantas! Isso mesmo, além de serem ótimas formas de iluminar o ambiente, são também formas de estimular o desenvolvimento das plantas.

As lâmpadas de LED destacam todo conjunto no jardim assinado pelo paisagista Ricardo Pessuto.
As lâmpadas de LED da Brilia destacam todo conjunto no jardim assinado pelo paisagista Ricardo Pessuto. | Foto: Divulgação CASACOR

A eficiência das lâmpadas LED para o cultivo de plantas já foi comprovada pela NASA. Em 2012, um grupo de biólogos do Laboratório de Ciências Espaciais da NASA, nos Estados Unidos, comparou a reação de legumes expostos a lâmpadas fluorescentes e LED para testar as melhores formas de armazenar a comida dos astronautas em longas missões.

Com isso, eles constataram que as luzes LED são ideais para missões espaciais em que o reabastecimento dos alimentos da Terra é limitado.

Mas a utilização dos LEDs para o cultivo de alimentos não é só coisa de outro mundo. A empresa canadense SprayTest Controls, que trabalha com inovações agrícolas, utilizou lâmpadas LED azuis para auxiliar na irrigação noturna de plantações. Além de iluminarem muito bem, as lâmpadas abrangem uma grande área – com apenas duas, é possível iluminar 150 pés (aproximadamente 45,72 metros) de comprimento nas lavouras.

Solução de irrigação noturna com LEDsVenta
Solução de irrigação noturna com LEDs

Os motivos para isso são simples. Primeiramente, como já mencionamos, porque os LEDs não esquentam. Seu calor é dissipado no ar através de uma saída na base, o que garante que a lâmpada permaneça fria e dure por bastante tempo.

Assim, iluminando seu jardim com lâmpadas LED, você garante que suas plantas não sofrerão com o calor e poderá aumentar o tempo de vida delas também.

Veja também:  Objetos e Móveis Multifuncionais
Fitas LED multitemperatura de cor foram usadas para iluminar este jardim | Projeto de Alex Hanzaki | Foto: Yuri Serodio
Fitas LED multitemperatura de cor foram usadas para iluminar este jardim. | Projeto: Alex Hanazaki | Foto: Yuri Serodio

Além disso, a cor e intensidade das lâmpadas são reguláveis. Isso permite utilizar LEDs especialmente adaptados às plantas apenas com as cores que elas absorvem durante o seu ciclo de vida, o que evita desperdícios de cores e energia.

Como assim?

É só lembrar das aulas de Biologia; as plantas são verdes porque suas folhas absorvem todas as cores, menos a verde, e acabam por refletir a luz nessa cor. Ou seja, não é necessário iluminá-las com lâmpadas que emitem a luz verde, porque ela não ajudará em nada no processo de fotossíntese da planta.

E qual é a melhor cor para as plantas?

Luzes LED no crescimento das plantasAll Home Lighting
Luzes LED no crescimento das plantas

As cores que melhor dialogam com a fotossíntese das plantas são o azul e o vermelho, que estão dispostos em harmonia de 60º com o verde no círculo de cores (calma, neste post é possível entender tudo sobre combinação de cores).

Porém, luzes vermelhas podem causar danos ao crescimento das plantas, enquanto as azuis estimulam as folhas a abrirem seus estômatos, parte de células especiais das plantas, o que permite que o gás carbônico entre, ou seja, facilita a fotossíntese. Sendo assim, o azul é a melhor cor de lâmpadas LED para você cultivar plantas na sua casa.

Agora que você já sabe porque os LEDs são a melhor opção para o seu jardim, deve estar se perguntando quais são as opções existentes no mercado. E a resposta está no site da BriliaAcesse e confira as opções de lâmpadas, luminárias e fitas LED disponíveis.

Leve uma iluminação mais eficiente e sustentável para seu jardim, seja com LEDs ou com qualquer outra fonte de luz.

*Esse foi um post patrocinado da Brillia, especialista em produtos eficientes e na tecnologia LED. No entanto, a Hometeka acredita na tecnologia como uma fonte excelente de iluminação para a sua casa :)


Conteúdo em parceria com Brilia
Brilia faz parte do Hometeka Partners, um grupo muito especial de empresas, alinhadas com os valores da Hometeka que colaboram conosco para permitir a criação de conteúdos e eventos sobre arquitetura, design e decoração que ajudam milhares de pessoas em todo o país a curtir melhor seus espaços de morar e trabalhar.
Brilia_MarcaPrincipal_Tagline
Sobre a Brilia
Pioneira no desenvolvimento e comercialização de lâmpadas, fitas e acessórios LED no Brasil, a Brilia acredita que “Luz Muda Tudo” e investe para oferecer soluções que coloquem cada vez mais o poder transformador da luz nas mãos das pessoas.

informações via LumiGrow, TechBriefs e Realagriculture