Na série Hometeka Visita a nossa equipe e a fotógrafa Bruna Bento vão ao atelier dos nossos designer para conhecer o cantinho de criação de cada um deles. A marca Serracopo é a primeira a participar desse projeto e contaremos para vocês um pouco da história da marca, o processo criativo e o local onde a mágica acontece! Ficou curioso? Confira a matéria seguir! = )

Fotos por Bruna Bento para Hometeka

Fundada pelo Arquiteto Henrique Bolognini a Serracopo começou quando ele ainda frequentava o curso de Arquitetura e Urbanismo na Escola da Cidade em São Paulo – SP. O seus primeiros produtos foram cadernos encadernados feitos artesanalmente. Da materialização dos desenhos do arquiteto em capas de caderno, nasceu o desejo de materializar a sua arquitetura em mobiliário. A marca evoluiu os seus produtos a pequenos objetos, como luminárias, até aprimorar-se com a marcenaria para a fabricação de mobiliários.

Fotos por Bruna Bento para Hometeka

A técnica e a habilidade com a marcenaria é uma herança familiar. O avô do Henrique após migrar da Itália para o Brasil inaugurou aqui a sua própria marcenaria. Embora o designer não tenha tido contato direto com essa experiência, ele atribui à experiência familiar o seu dom para a marcenaria.

O trabalho do arquiteto tem como carro chefe o seu talento com o manuseio de madeiras e a criatividade na readaptação de peças. Um bom exemplo disso é o Banco Mono, que tem como estrutura um cavalete mecânico harmonizado com o assento em madeira maciça. A identidade do Henrique como designer está nesta peça não só pela sua irreverência, mas também por sua multifuncionalidade, já que o banco pode ser usado também como mesa lateral.

Veja também:  Tapetes Hometeka, nossa primeira linha própria de produtos chegou
Fotos por Bruna Bento para Hometeka

Uma matéria prima de boa qualidade é o ponto de partida para a confecção dos produtos da Serracopo, assim o designer cria um produto sustentável e de longa durabilidade. A longevidade das peças e a sua multifuncionalidade faz com que os produtos da marca tenham distintas funções ao longo de sua história com o cliente.

O designer se descreve como um perfeccionista e trata cada criação com muito carinho. Ele garante não entregar a peça para o cliente até que considere o acabamento de sua criação perfeito. O processo criativo do designer é livre e flexível, feito com base na experimentação e a “mão-na-massa”. Ele começa com ideia e o desenho, é modificado ao longo do projeto e é finalizado na execução da peça na marcenaria, onde o protótipo passa pelas suas últimas alterações.

Fotos por Bruna Bento para Hometeka

O processo criativo do designer não se prende à volumetria ou regras de cores. O autor da marca vive em constante processo criativo. Isto fica claro em seu local de trabalho que é também a sua residência. Ele adaptou de uma forma super criativa a sua oficina, que é divida pelos mobiliários em construção, as máquinas da marcenaria, as matérias primas, suas paletas de desenho e uma aconchegante cozinha sobreposta pelo seu dormitório.

Fotos por Bruna Bento para Hometeka

Curtiu a história? Acesse a loja da Serracopo e se encante com os produtos que fazem parte dela.
Curtiu as fotos? Acesse o Instagram da fotógrafa e descubra o trabalho dela @bentobruna

Até a próxima visita!