Nós, da Hometeka, acompanhamos de perto os projetos e inspirações de vários escritórios de arquitetura e interiores que conquistaram nossos corações. Acreditamos que cada detalhe na criação de um novo projeto é marcado por paixões, histórias de vida e metas de seus criadores, assim, sempre queremos saber seus incentivos, as referências que buscam, as energias que lhes dão ânimo e impulso para criar.

As arquitetas do Sub Estúdio, Isa e Re
As arquitetas do Sub Estúdio, Bel Nassif e Renata Pedrosa

As sócias do Sub Estúdio, Isabel Nassif e Renata Pedrosa, começaram a parceria quando ainda estudavam na Escola da Cidade, centro de ensino de arquitetura localizado no bairro da República, São Paulo. O primeiro projeto que assinaram juntas foi o da Galeria de Arte Baró, um galpão antigo localizado na Barra Funda, em 2009. Desde então, já concluíram projetos comerciais e residenciais, especialmente em edifícios emblemáticos da arquitetura paulistana como o Edifício Eiffel, assinado por Oscar Niemeyer, e o Edifício Guaimbê, de Paulo Mendes da Rocha. Além disso, a dupla já desenhou alguns projetos cenográficos, como para a Revista Kaza 122.
Com traços bem evidentes, o escritório se destaca pela linhas modernistas, com certa admiração pela escola brutalista – os materiais selecionados em cada ambiente são ressaltados e a escolha de tons e acabamentos fazem com que o ambiente ganhe características marcantes. Hoje as arquitetas juntam as pranchetas com Renata Cabrera e Vinicius Nara.

cena1

O projeto que trazemos para vocês é um espaço de bar e coworking, bem do jeitinho que a Bel e Rê mais gostam, marcado pelo uso de diferentes materiais. O terreno de 7x20m foi dividido em dois ambientes: um pequeno bar se destaca como entrada e o acesso à esquerda leva ao interior do edifício. No segundo andar estão a área de convívio e café.

O que mais gosto é a simplicidade. Era um projeto que precisava ser realizado com um budget muito baixo, então escolhemos materiais muito baratos, como o madeirite rosa e o bloco de concreto.” diz Isabel.

O contraste entre os materiais que normalmente são escondidos por argamassa ou usado para as fôrmas de concreto, como os blocos, a madeira compensada e o madeirite, dão um toque alternativo ao ambiente. A decoração é um ponto importante no projeto, criada utilizando os blocos do Plugin Hometeka Pro, separa as diferentes áreas do bar/coworking.

No bar, os blocos de concreto vedam todo o interior e o madeirite da bancada, suspenso por apoios metálicos escuros, formam um ponto de destaque e cor ao ambiente. As arquitetas escolheram banquetas Strato da A Palleteria e a prateleira Dente de Leão da Use Reuse, ambas feitas com madeiras recicladas, para compor o ambiente.

Veja também:  Uma seleção de produtos para você montar um home office charmoso e produtivo

cena2

No andar superior, o uso dos materiais é invertido: quem se sobressai são os longos 12 metros de madeira compensada, que ao chegar próximo a janela, se transformam em uma arquibancada de três níveis, separando os ambientes de estar e de bar. As banquetas Strato também são usadas na bancada e as três mesas trazem o concreto para dar contraste ao ambiente. A composição ganha sutileza com as cadeiras IDA, feitas em aço na cor grafite assinadas pela Mube Design. A madeirite é usada como revestimento das paredes brancas e compõe em cor com os conjuntos de posters Personagens e Pump I, II e III do Estúdio Iludi, o Quadro Diamante by Marô Antunes da POP Decor e Quadro Diamante Preto da Be Iupii, além dos dois tamanhos de Nicho Casinha da Miúda Mobília em rosa e azul.

cena5

Até os mínimos detalhes puderam ser pensados: o uso dos copos Assemblage da ReWine, que reutilizam garrafas de vinhos, as tábuas Slim e faqueiros da Origin e os caixotes Beer da Com Pallet  integram o clima da arquitetura. “Como nosso foco sempre foi a arquitetura, o Plugin Hometeka Pro nos possibilitou ir mais a fundo na parte de decoração dos nossos projetos. O fato de termos vários designers que gostamos numa mesma plataforma facilitou bastante o trabalho!” diz Renata.

Quem dá conforto a área são dois sofás A417 do Alê Alvarenga, com 3 e 2 módulos, colocados em forma de L perto das grandes janelas, que iluminam todo o espaço e ligam o interior ao exterior do edifício. A mesa de centro Moiré do O Formigueiro traz linhas modernas e o acabamento minucioso da palhinha, sendo composto pelo terrário Pilé, da mesma marca.  concreto com o vaso Areia da Tropical Blue, o porta objetos Futura e vaso Vista Ultra Blue, ambos do UZ.1, traz o brutalismo à decoração.

Ao lado, o banco Cross da Mube Design em Jatobá com a base turquesa se une as duas cadeiras de balanço Saturno da Wood Lock e a mesa de centro Basic, da Mobília Moderna, formando um segundo refúgio de descanso.  Em cima do banco, o concreto com o vaso Areia da Tropical Blue, o porta objetos Futura e vaso Vista Ultra Blue, ambos do UZ.1, trazem o brutalismo à decoração.

cena3

Veja abaixo os produtos selecionados pelo Sub Estúdio no Plugin Hometeka Pro para o projeto:

escolhas-sub-estudio