A iluminação é um fator essencial nos ambientes internos e externos de um projeto arquitetônico. Deve-se saber como inserir a iluminação em cada um deles de acordo com o estilo e a sensação a ser passada, além de adequar à própria necessidade de luminosidade ali.

Desta forma, a iluminação deve desempenhar uma função, criando atmosferas que evidenciem detalhes da decoração e da arquitetura do projeto. Uma das formas de iluminar um ambiente que vem ganhando espaço e sendo cada vez mais reconhecida é a iluminação indireta.

Continue lendo para saber mais e conferir algumas dicas. Você ainda encontra diversas imagens de inspiração na galeria acima.

A iluminação indireta não possui um foco dirigido para iluminar. Assim, ilumina o ambiente como um todo, funcionando como uma luz de ambientação.

Sua luz incide na superfície e só depois é refletida para iluminar outros cantos do local de forma uniforme. Para otimizar sua reflexão, é recomendado que essas superfíveis reflexivas sejam de cores claras.

A iluminação indireta pode criar um efeito aconchegante e menos invasiva no ambiente, além de não aumentar sua temperatura.

É uma forma menos óbvia de decorar um cômodo ou fachada, já que pode ser utilizada e posicionada de diversas formas.

Sua principal vantagem é iluminar de forma suave e difusa, ainda que uniforme, resultando em um conforto visual.

Evite usar iluminação indireta de forma que o ambiente fique escuro. Se precisar de mais pontos de luz, recorra a fontes de iluminação direta.

E a iluminação direta?

A iluminação direta é recomendada quando se precisa de uma iluminação mais focada, dando destaque a algum ponto da decoração e não só fazendo parte dela, como a indireta faz.

É recomendada geralmente em escritórios e salas de estudo, já que estes necessitam de luz direcionada a pontos específicos e de reforço para atividades que necessitem concentração.

Uma boa ideia para um projeto é conciliar os dois tipos de iluminação, sem deixar o ambiente carregado e evitando que o uso apenas da indireta deixe o local escuro.

O uso de iluminação direta-indireta, por exemplo, combina os dois tipos de luz e provoca um efeito uniforme na horizontal. A parede e o teto funcionam como superfícies de reflexão e resulta em uma sensação de amplitude do ambiente.

Veja também:  Móveis em compensado na decoração

Como usar

A iluminação indireta deve ser posicionada em sancas de gesso no teto, no forro, em detalhes no chão ou com o uso de luminárias com filtros foscos.

Utiliza-se muito a iluminação indireta voltada para cima, a fim de não criar sombras da luz e ofuscamento no ambiente e iluminá-lo uniformemente.

Os produtos de iluminação utilizados para cumprir essa função são os spots e as arandelas.

Na iluminação para destacar detalhes ou pontos específicos na parede, são indicadas lâmpadas dicroicas e halógenas.

Iluminação indireta com LED

Este tipo de iluminação é aplicável em todos os ambientes e de formas das mais variadas possíveis.

A fita de LED possui vantagens como ser sustentável, ter alta duração, economizar de energia e ser de fácil de instalação. E ainda une funcionalidade à decoração e estética dos ambientes.

Encontradas em diversas cores, a mais utilizada para iluminação indireta é a fita que simula lâmpadas fluorescentes de cor branca ou amarela.

Em cozinhas a fita LED é muito utilizada na iluminação de bancadas quando instalada sob o armário aéreo ou em até mesmo bancadas de cozinhas americanas.

Uma das formas mais utilizadas de iluminação indireta com LED são em banheiros. Muitos iluminam suas bancadas e paredes da pia + espelho, localizando-se principalmente por trás deste último.

Em quartos e salas o uso do LED acontece em sancas de gesso para iluminar cortinas de forma suave, a fim de se unirem a estas na decoração. Outra utilização é em cabeceiras de camas com a iluminação direcionada à parede.

 

imagens via Arquitrecos, Golden Blog, Decorando com Classe, Blog da Decô, Assim eu Gosto, Arquitetando, Brico Decoração, Jornal da Baixada, Casa Abril, Donna Design Interiores.

com informações de Casa Show, Lux Side, Leroy Merlin, Arquitrecos, Golden blog, Minha Casa Minha Cara.