Você sabia que a escolha entre tipos de lajes podem representar uma economia de até 15% no orçamento da sua estrutura? Para satisfazer essas e outras dúvidas, o bim.bon fez um Infográfico Completo de Lajes e comparou três modalidades desse sistema construtivo: as lajes maciças convencionais, protendidas e as nervuradas convencionais.

Neste artigo você também irá entender o que é protensão e por qual laje optar no seu projeto de acordo com as suas necessidades.

Mas antes, é válido ressaltar que a escolha entre as lajes e a sua viabilidade econômica devem ser baseadas em um parâmetro padrão: o vão. Para vencer vãos grandes (7 a 12m), a solução em laje plana é a mais recomendada, e quanto maior for a lacuna, maior a necessidade de optar por soluções não convencionais e sistemas mais sofisticados.

Entenda agora os benefícios e diferenças entre os três sistemas construtivos:

Lajes Maciças Convencionais:

Tratam-se das lajes construídas no local da obra a partir de formas e vergalhões metálicos. São as mais comuns, apoiadas em vigas. Podem ser armadas em telas soldadas ou aço solto. Geralmente utilizadas em vãos e projetos menores, como em reformas residenciais.

Lajes Maciças Protendidas:

As lajes de concreto protendido se diferem das lajes de concreto tradicionais por suas armações. Ao invés de gaiolas e vergalhões comuns de aço, as lajes protendidas são armadas com cordoalhas, mais resistentes à tensões. Na construção, a protensão ajuda a resolver problemas de deformação.

Além disso, o sistema permite melhor uso da área de concreto, reduzindo a espessura da laje para 20 a 25 cm, comparada aos 31 a 35 cm das lajes convencionais. Isso possibilita a cobertura de vãos maiores e de um número menor de vigas, quando necessárias. Sua utilização diminui o peso da construção e de consumo de materiais e simplificação do canteiro de obras.

Veja também:  Materiais que Aquecem

Veja a relação entre a solução protendida e a convencional em relação ao vão:

Lajes Nervuradas Convencionais:

Lajes Nervuradas Convencionais:

As lajes nervuradas são compostas por nervuras longitudinais e transversais. Suas nervuras e captéis são armados com vergalhões, enquanto a capa de compressão é armada com telhas soldadas.

Quando protentidas, as lajes nervuradas ficam mais bonitas e práticas por dispensarem os pilares e diminuírem o peso da estrutura. São elementos construtivos que suportam cargas elevadas, maiores vãos e a reduzem o pé-direito. Esse tipo de laje é preenchido com formas plásticas, de isopor ou concreto celular e requer mão de obra especializada.

Para tomar uma decisão com um bom custo benefício, especialistas recomendam que a opção não deve ser baseada apenas no metro quadrado, mas principalmente pelo vão, tempo de execução, melhor reaproveitamento das formas e a própria aparência da estrutura.

No bim.bon você encontra as melhores tecnologias para o seu projeto, como as soluções de lajes protendidas e nervuradas com produtos da ArcelorMittal, que atendem rigorosamente às normas técnicas e garantem qualidade e bom desempenho da obra.