A decoração e o design de um projeto podem ser redefinidos pela iluminação. Descubra o quanto os ambientes podem mudar ao trocar de uma lâmpada neste guia que a Hometeka preparou pra você – aproveite e aprenda a adequar as melhores soluções para cada espaço com nossa dicas e sugestões de produtos:

Iluminação Externa

Beleza e funcionalidade são os aspectos mais importantes para a iluminação dos ambientes externos.

A dica é iluminar os caminhos, arbustos e passagens para garantir a segurança e realçar os aspectos arquitetônicos. Tome certo cuidado com jardins e áreas de lazer, que exigem opções resistentes à água.

Na foto, por exemplo, foram utlizados spots de luz, instalados diretamente no deck. O mais seguro é escolher entre opções de baixa voltagem para evitar riscos de choques elétricos. As opções em LED são interessantes, já que apresentam um alto ciclo de vida e podem mudar a coloração de vários ambientes, inclusive o da piscina. Os spots abaixo variam de 4 a 8w de potência, e são ideais para este tipo de espaço:

Confira também o Guia de Iluminação Colorida.

Entradas, corredores e escadas

A segurança continua a ser ponto chave nas áreas de circulação. Opte por uma iluminação direta para evitar tropeços e acidentes. Uma dica é revestir estes ambientes com materiais claros, que refletem mais a luz.

Pontos de iluminação discretos são uma boa ideia para estes espaços, já que podem iluminar tanto quanto um holofote sem interferir de forma radical na decoração ou paisagismo do seu espaço. Os spots podem oferecer um ótimo conforto visual em uma grande variedade de potências e temperaturas.

Outra dica é posicionar os interruptores no início e fim de lance de escadas e corredores para maior acessibilidade.

Sala de Estar

Os ambientes de convivência e entretenimento pedem por uma iluminação confortável, de preferência em tons mais amarelados. Isto não significa que você deve recorrer às lâmpadas incandescentes – que consomem muita energia, já que há várias soluções de iluminação amarelas e econômicas no mercado.

O mais apropriado é evitar focos diretos, para não gerar reflexos na televisão. Fitas LED em sancas também clareiam o ambiente de forma sutil. Os bulbos a seguir variam em tons quentes e frios e podem substituir as lâmpadas comuns de casa. No centro, a fita LED figura como uma opção dinâmica, que também pode ser aplicada em prateleiras e pequenos vãos com facilidade.

É interessante direcionar focos pontuais em quadros, retratos e objetos de decoração. Para atingir esse efeito, procure pelas mesmas lâmpadas sugeridas na seção ‘Entradas, corredores e escadas’.

Sala de Jantar

Sem dúvidas, a mesa de jantar deve ser destacada neste ambiente. Seja através de lustres, trilhos ou luminárias, posicione-os logo acima da área de refeição – isso dá uma melhor aparência aos alimentos.

Considerando os múltiplos tamanhos e adaptações de lâmpadas e tubos, não vai ser difícil achar a opção ideal para a sua sala de jantar.

Veja também:  Guia prático: a ciência básica das cores para escolher o tapete certo para seu ambiente

Cozinha

Quanto mais luz, melhor. Invista em iluminação até mesmo dentro dos armários e bancadas, que evitam sombras e ajudam no manuseio de alimentos. Nestas áreas o importante é ter uma luz precisa, que dê profundidade e permita a distinção de objetos.

Nesse sentido, pias e bancadas devem ser priorizadas, como no caso da foto, que posiciona tubos de luz sobre estas regiões. A ABNT – Associação Brasileira de Normas Ténicas – já propôs um modelo ideal para luminância de ambientes de cozinhas domésticas e industriais, dê uma olhada. Como sugestão aparecem os cilindros LED, que podem ser expostos em canaletas ou posicionados em luminárias. Conheça as possibilidades:

A qualidade luminotécnica é indiscutível – eles chegam a emitir 1220 lumens, variando entre tons brancos e mornos.

Dormitório

É um ambiente que pode receber dois esquemas de iluminação simultaneamente. Para escolher uma roupa, por exemplo, o melhor é um cômodo bem iluminado, mas para descansar a opção tende para algo mais suave. Luminárias em criados mudos ou próximas à cabeceira também podem clarear aquela leitura noturna.

A automação das lâmpadas permite essa variedade de ambientação com muita comodidade. Veja as opções que podem ser controladas por controle remoto:

O uso racional do sistema significa uma grande economia na conta de luz. Os produtos listados acima, por exemplo, tem potência baixa (3 – 7w) e iluminam o ambiente de forma 4x mais eficaz que lâmpadas fluorescentes.

Home Office

Espaços de estudo e/ou de trabalho precisam de uma iluminação direta, que proporcione conforto visual com alto índice de reprodução de cor. A luz branca figura como melhor opção em focos de luz direcionados em ambientes de leitura extensa.

Uma luminária de mesa também pode fazer muito pelo seu ambiente – e até mesmo para a sua visão. Há várias opções de design diferenciado na loja da Hometeka:

Os materiais flexíveis também se adaptam ao seu ritmo de leitura, com alto grau de inclinação.

Banheiro

Novamente, a luz branca é a melhor opção. Mas desta vez é pela sensação de limpeza que esta modalidade confere. A iluminação deve ser suave, mas precisa, já que trata-se de um ambiente dedicado à estética e higiene pessoal. Tubos de luz em bancadas e espelhos podem ajudar na hora da maquiagem ou de fazer a barba. Assim, as sugestões para o banheiro mesclam opções que você pode usar na casa toda, como spots, bulbos e fitas.

Ficou mais fácil saber qual tipo de iluminação é mais adequado para o seu ambiente? Então agora é só aplicar ;)

com informações de Casa Show, Fórum da Construção e Casa.com.br

fotos Divulgação