Sem cupins, barulhos ou manchas: os pisos vinílicos são o segredo de uma reforma rápida, bonita e sem dor de cabeça. Tire suas principais dúvidas e aprenda a instalar e cuidar desse tipo de revestimento no guia que a Hometeka preparou para você.

via Decosee

Popularmente chamados de pisos de PVC, os pisos vinílicos reúnem muitas vantagens. Eles são resistentes à água, hipoalergênicos, antichamas e até absorvem o barulho dos ambientes.

Livre do “toc-toc” dos sapatos e do quebra quebra de longas reformas, este tipo de piso consiste em uma alternativa que vem ganhando espaço no mercado com sua variedade de cores, texturas, espessuras e padronagens.

O revestimento já é um velho conhecido de programas de decoração por sua rapidez na aplicação. Veja a seguir como levar essa praticidade para a sua casa.

Instalação

Inspire Flooring

A instalação depende do modelo do piso, que varia em régua ou placa, e do tipo de aplicação, em clique ou cola. A aplicacão em clique é mais interessante, já que permite o reaproveitamento do piso em outros ambientes e agiliza o processo.

Recomenda-se a instalação vertical à entrada da porta do ambiente. No caso da sobreposição em pisos já existentes, os vinílicos cobrem a maioria dos revestimentos antigos, exceto carpete têxtil e cimento queimado. O uso sobre madeira também não é recomendado, pois deixa marcas. Além disso, a superfície só precisa estar limpa, impermeabilizada e nivelada para receber o piso. No geral, a instalação leva até três dias, e o cômodo pode ser ocupado na hora.

Cuidados

via Dezeen

Por mais que você confie nas suas habilidades de bricolagem, chame um profissional para realizar a instalação. Ele pode avaliar as condições de umidade no local e tomar cuidados para garantir que o piso seja bem instalado e dure por muitos anos.

Um deles consiste em recortar pedaços de plástico 40x40cm, posicioná-los em pontos espalhados do contrapiso e aguardar por 24 horas. Depois disso, é preciso verificar se houve acúmulo de gotículas ou umidade no lado que ficou em contato com a superfície, e a partir disso, tomar certas medidas impermeabilizantes.

Lembre-se que há linhas apropriadas para ambientes molhados e que não é recomendada a instalação de pisos vinílicos em áreas externas.

Veja se há necessidade de rodapés e acessórios específicos para o seu projeto.

Observe a decoração e cores das paredes para decidir o tipo de piso. Os coloridos e estampados são mais usados em quartos de crianças e ambientes mais informais, enquanto em salas e cozinhas a procura por revestimentos que imitam o mármore e madeira é maior.

Veja também:  Guia Prático: Ambiente Multifuncional

Após a instalação, os móveis já podem ser colocados no lugar. Na verdade isso é até encorajado pelos profissionais, considerando que o peso do mobiliário ajuda a assentar o piso.

Limpeza

via Inspire Flooring

A primeira limpeza deve ser feita após cinco dias da instalação, para garantir que o piso já está firme e foi instalado corretamente. Após este período, você pode realizar a limpeza com uma vassoura ou pano úmido com detergente neutro.

Evite utilizar saponáceos, solventes, produtos químicos abrasivos e palha de aço. O mais importante é não molhar demais o piso, para não enfraquecer a cola. Molhou, secou.

Texturas mais lisas tendem a acumular menos sujeira nas ranhuras. Tenha isso em mente quando for escolher seu piso de PVC.

Dúvidas Frequentes

via RetroRenovation

Qual a durabilidade dos pisos vinílicos? A maioria dos fabricantes oferece 15 anos de garantia.

Do que é feito? Os pisos são compostos de PVC, resinas vinílicas e minerais.

Risca? Os riscos por movimentação de móveis e tráfego cotidiano são improváveis, entretanto, algumas pessoas recomendam evitar tipos macios, mais suscetíveis a marcas.

Onde posso aplicar? Os pisos podem ser aplicados em uma grande variedade de ambientes. Academias, lojas, restaurantes, escolas, e até em paredes. Só é preciso tomar cuidado em áreas que recebem muito vapor ou umidade e optar por versões apropriadas para este tipo de ambiente.

A elevação do piso é significativa? Os fabricantes afirmam que os pisos podem elevar em até 6mm. A altura fica em um nível aceitável, já que não é preciso cortar portas.

É muito caro? O preço varia na faixa de R$ 50 a R$ 170, o m2. Em comparação com pisos em cerâmica, laminados e porcelanatos, o custo benefício dos vinílicos é mais vantajoso.

Qual a diferença entre placas, réguas e mantas vinílicas? As mantas são mais largas e compridas, ideais para corredores. Já as placas e réguas são menores e podem ser unidas com solda quente para garantir a uniformidade.

Pisos de borracha e vinílicos são a mesma coisa? Não. Pisos de borracha são geralmente feitos de pneu reciclado, apresentam uma menor variedade de cores e tem flexibilidade do tipo flexiflex. Os vinílicos são semiflexíveis, diferem na composição e oferecem diversas cores, texturas e padrões.

Aproveite e inspire-se com mais exemplos na galeria.

 

Com informações de Papo de CasaM de Mulher, American PisosFórum da Construção e Eucatex.