Para que o cotidiano em uma casa possa funcionar bem, com conforto e sem trabalho para o morador, algumas medidas e distâncias dos ambientes, bem como dos itens que neles estão, devem ser levadas em conta no momento do planejamento e da construção .

Assim, quem habitará o projeto final deverá conseguir transitar livremente, sem apertos e maiores dificuldades, seja no dia-a-dia ou até quando outras pessoas estiverem por ali.

Por isso, existem algumas metragens mínimas que vão garantir este conforto dentro dos ambientes de uma casa, considerando ainda o posicionamento e dimensões de móveis e outros itens de interiores.

As ilustrações foram retiradas do site Casa.com.br e baseadas nas informações fornecidas pelos arquitetos Elisa Gontijo e Roberto Negrete e do livro Las Dimensiones Humanas en los Espacios Interiores, de Julius Panero e Martín Zelnik (também disponível em Português). Elas mostram portas de 80 cm de largura, medida que permite a passagem de cadeirantes. Porém, em imóveis prontos, as passagens são geralmente de 70 cm em quartos e 60 cm em banheiros.

Confira a seguir os layouts de quatro cômodos que tomaram como base móveis e eletrodomésticos de tamanho padrão:

Sala

A medida que garante que uma pessoa transite confortavelmente é de 60 cm, então tente mantê-la em todos os espaços de passagem.

A porta principal cortuma ser a mais larga da casa, com 80 cm, o que torna fundamental deixar o ângulo da abertura desimpedido. Mas caso esta porta seja de correr, o espaço estará livre.

Para economizar espaço, uma dica é encostar uma das menores laterais na parede, pois, mesmo que um assento seja perdido, muito espaço para circulação será recebido em troca.

Para que as cadeiras possam se movimentar livremente ao alguém se sentar ou se levantar, deixe novamente 60 cm de distância entre o item e a parede – caso as cadeiras tenham braços, aumente a distância em 20 cm. Já as cadeiras que ficam de costas para um espaço de circulação para outros ambientes devem estar a 80 cm de distância para que seja possível movimentá-las e ainda deixar espaço suficiente para circular.

Se você desejar uma mesa de centro entre o sofá e a televisão, terá que abrir mão dos 60 cm recomendados, e a distância mínima será de 40 cm, o que pode dificultar um pouco a circulação. Confira opções de design diferenciado que podem otimizar seu espaço:

Se o rack da televisão possuir gavetas, deverá haver um espaço de 50 cm entre o móvel e a mesa. Já o sofá deverá estar a 10 cm da parede, o que é suficiente para abrigar a cortina.

Cozinha

A circulação da cozinha não funciona igual à da sala, precisando de um espaço muito maior para as funções que ali serão realizadas. Por isso, o corredor não deve possuir barreiras e deve ter 1 m de largura. Essa mobilidade também garante a movimentação livre de duas pessoas.

As portas costumam medir 80 cm por causa dos eletrodomésticos. Na planta acima, não se consegue abrir a porta de entrada ao mesmo tempo em que se abre a da geladeira, mas isso não é um problema. No cotidiano, a porta da cozinha costuma ficar aberta, ou então muitos imóveis apostam em portas de correr para não ocupar esse espaço importante.

Veja também:  Hometeka para time WeWork

Uma atenção especial deve ser dada à disposição dos eletrodomésticos, como a geladeira, o fogão e o micro-ondas. É importante não mantê-los muito próximos uns dos outros nem encostados nas paredes, pois, se não for dissipado no ambiente, o calor liberado por eles pode prejudicar seu funcionamento. No caso do refrigerador, seu sistema de isolamento é projetado para condições ambientes normais, ou seja, mantê-lo exposto a qualquer fonte de calor exige um maior esforço de seu motor, o que gasta mais energia. Quanto ao fogão, deve-se ter o cuidado de disponibilizar um espaço de 65 cm ou mais por causa do forno e, assim, permitir que a pessoa agache, retire o recipiente do interior e levante sem risco de esbarrões.

Em todo caso, o manual técnico de cada produto informará os distanciamentos, mas geralmente o sugerido é a partir de 10 cm de cada lado.

Quarto

Os quartos pedem por corredores de 60 cm para uma circulação livre e sem obstáculos. Nas duas laterais, preserve a passagem mínima de 60 cm, o que pode possibilitar a existência de dois criados-mudos ou que a pessoa se sente para calçar os sapatos.

Cada folha de um armário de três portas, no caso, pede por 45 cm quando aberta. As gavetas pedem por 40 cm. Se o modelo de armário for maior, deve-se usar portas de correr para sua abertura. Na frente do guarda-roupa, devem ser mantidos 60 cm.

Banheiro

Neste modelo de planta, os banheiros serão bem pequenos, mas as dicas a seguir ajudam a garantir a funcionalidade ideal ao utilizá-los.

Geralmente medindo 60 cm, neste modelo a porta deve estar fechada para abrir a do gabinete da pia. Além disso, o vão da entrada do local determinará a profundidade deste móvel. Caso haja a necessidade de uma porta acessível a cadeirantes, com cerca de 80 cm, a bancada deveria ficar com, no máximo, 48 cm.

Novamente, os 60 cm devem estar presentes entre o vaso e a parede oposta, o que também garantirá acesso à área de banho. Já suas laterais devem possuir 30 cm de distância de outros elementos. Isso dará mais conforto e possibilitará a presença de uma lixeira e papeleira.

A largura mínima para este espaço ser confortável é de 90 cm, permitindo ao usuário se agachar e se movimentar livremente durante as ações do banho.

Ficou mais fácil deixar seu espaço confortável e bem aproveitado? Não deixe de conferir os produtos bim.bon para montar e decorar sua casa :)

 

informações via Casa.com.br e BBel

ilustrações via Casa.com.br